Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

A atitude de um amor verdadeiro




O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (2Cor 8,1-9) e o Evangelho de hoje (Mt 5,43-48).

No início de sua homília, Frei Sebastião nos questiona o que significa ser perfeitos como o Nosso Pai que está no céu? Esta perfeição não significa tanto a teológica, mas que devemos perdoar e amar como Deus. Ele amou o mundo dando existência a cada um de nós, e enviando o Seu Filho para nos salvar.

Deixou que o Seu Filho morresse na cruz e mesmo neste momento de maior dor Jesus deu a eles o Seu testemunho: “Pai perdoai-lhes, pois não sabem o que fazem”.

É um desafio que temos nesse Evangelho: rezar pelos que nos fazem mal e nos prejudicam. É difícil que nós tenhamos essa disposição, mas é Jesus que manda. Temos aquela famosa parábola do Bom Samaritano. Jesus concretiza o amor com o exemplo. Aquele homem que vinha de Jerusalém a Jericó e foi assaltado, maltratado e deixado quase morto. Passaram por ali os levitas, sacerdotes e companheiros que não fizeram nada, mas um samaritano, considerado inimigo, cuidou dele.

Amor verdadeiro não é um sentimento é uma atitude. Sabemos como é difícil amar aqueles que nos fazem o mal. Porém, a partir disso o amor é verdadeiro. Deus nos amou primeiro.

Quantas vezes Deus nos perdoou? Ele nos perdoa sempre, quantas vezes nós precisarmos, Ele nunca se recusou a nos amar e a nos perdoar. Nós seremos julgados na medida do nosso amor.

“Eu estava com fome, com sede, doente, preso e em tantas situações e você cuidou de mim”. Eu sei que é difícil, meus irmãos, é muito difícil perdoar, sobretudo querer o bem da pessoa que nos machucou e rezar por ela.

O Evangelho está aí para nos orientar, não podemos fazer outro caminho e temos esse desafio perdoar e amar como Deus nos perdoa e ama. “Sede perfeitos como é perfeito o vosso Pai que está no Céu”, significa isso amar como Deus ama.

Transcrição Marta Romero




Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.