Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

O amor de Deus e a fé

Na Santa Missa desta segunda-feira (29), Frei Sebastião medita sobre o amor de Deus pelo mundo

www.rawpixel.com
www.rawpixel.com
Vamos levar o AMOR ao mundo


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Is 2,1-5) e o Evangelho de hoje (Mt 8,5-11).

Em sua homília, Frei Sebastião relembra o trecho do Evangelho que narra que “Deus amou tanto o mundo que enviou o seu filho”. O Senhor ama o mundo porque foi Ele que o criou. “O verbo se fez carne e habitou entre nós!”. O mundo é imenso, não devemos ficar fechados em paredes, devemos abrir os horizontes. Para Deus o mundo somos nós!

Quando falamos de amor, não é uma simples palavra ou um sentimento. Deus mostra o que é realmente esse sentimento. Essa é a base da fé, saber que Ele nos ama, o amor nos leva à fé que é confiança. Só confiamos em quem amamos.

Tudo começa na palavra mais forte do amor, que é mãe, a base de tudo é a Virgem Maria, escolhida para ser mãe. O próprio Deus tornou possível ser filho de uma mãe. Essa maternidade não era fechada somente Nele próprio, mas no Seu projeto, tornar o mundo uma família, dar a abertura da salvação.

Estamos na novena de Natal mergulhando nisso tudo, para podermos ter uma visão diferente, mesmo diante das dificuldades. Para além de todas as dificuldades existe uma meta que estamos percorrendo com Maria.

Nesta novena, como em todos os dias, devemos nos sentir que ela é a nossa mãe. Quando temos essa segurança podemos enfrentar qualquer tipo de obstáculos.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.