Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

As dores de Nossa Senhora

Na Santa Missa desta quarta-feira (15), Frei Sebastião medita sobre as dores de Nossa Senhora, que a Igreja celebra hoje

Divulgação
Divulgação


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Hb 5,7-9) e o Evangelho de hoje (Jo 19,25-27).

Frei Sebastião destaca que nesta quarta-feira (15), a Igreja celebra as sete dores de Nossa Senhora. A primeira, na apresentação do templo, as duras palavras do velho Simeão que disse: “Por causa dele, uma espada transpassará teu coração”. Imagine como foi difícil para uma mãe escutar isso sobre Seu Filho.

A segunda dor é a fuga do Egito. Pense, uma criança recém-nascida ameaçada de morte. Uma mãe vendo Seu Filho perseguido e procurado para ser morto. Nossa Senhora sentiu essa dor durante muito tempo.

A terceira dor é a perda de Jesus no templo. Um episódio muito significativo. Naquela época as mulheres e homens entravam e saiam separados e só se juntavam dentro da cidade. Então por isso que eles notaram, depois de um tempo, a ausência de Jesus. Uma angustia que durou três dias até encontrarem novamente Seu Filho.

A quarta dor é o encontro de Jesus no calvário. Nossa Senhora viu Seu Filho ser maltratado, flagelado, com uma coroa de espinhos e carregando uma cruz.

Na quinta dor, a crucificação e morte de Jesus. Maria presenciou Seu Filho pendurado numa cruz com pregos. Ele estava acordado e consciente do que estava acontecendo e sabia que era o certo, e foi ali que Ele entregou Maria ao discípulo amado.

A sexta dor, a descida cruz, quando Nossa Senhora recebe o corpo de Jesus nos braços. Finalmente, a sétima dor, a imagem do Seu Filho sendo colocado no sepulcro.

Nossa Senhora continua na casa do discípulo amado que é você, Ela nunca vai te deixar, acolha Ela. Maria precisa de você e você precisa dela.

Transcrição Maria Paula Maximo

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.