Por Frei Sebastião Benito Quaglio Em A Santa Missa

O Filho de Deus é humano

Na Santa Missa de hoje (30), Frei Sebastião medita sobre aceitarmos Jesus como humano e Filho de Deus

Pixabay
Pixabay


O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Lv 23,1.4-11.15-16.27.34b-37) e o Evangelho de hoje (Mt 13,54-58).

Em sua homília, Frei Sebastião lembra que do ditado popular que santo de casa não faz milagres. No Evangelho de hoje, há uma lição muito profunda. Às vezes ouvimos os outros, aceitamos as doutrinas e as filosofias, mas não aceitamos a pessoa, mas sim as ideias.

Aqui Jesus não veio trazer ideias ou teorias doutrinais, Ele veio trazer a sua pessoa. Veio de uma forma simples e humilde e não de um jeito, como esperavam, de uma forma grandiosa e triunfante. Nasceu humildemente como pessoa humana e que quis viver a nossa vida, do nosso jeito.

Faço uma pergunta: uma mãe ou um pai aceita o filho porque ele é advogado, médico, professor, filósofo ou simplesmente por que ele é um filho? Nesse Evangelho, temos que lembrar que a pessoa de Jesus está acima da doutrina ou da filosofia. Jesus é uma pessoa! Deus quis ser assim, e nos ofereceu Jesus.

Jesus não é uma doutrina, o cristianismo também não é uma doutrina que nos salva, mas é a pessoa de Cristo. É Ele que temos que amar e aceitar. Ele que nos disse: “quem vive e crê em mim nunca mais morrerá”; ou “ninguém vai ao Pai senão por mim”; e ainda “Quem me vê, vê o Pai”.

Transcrição Marta Romero





Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.