A Santa Missa

A luz da fé e do amor

Na Santa Missa desta segunda-feira (19), Frei Sebastião medita sobre sermos luz o que realizamos com amor e fé

Escrito por Frei Sebastião Benito Quaglio

19 SET 2022 - 14H53 (Atualizada em 19 SET 2022 - 15H30)

Pixabay

O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Pr 3,27-34) e o Evangelho de hoje (Lc 8,16-18).

Em sua reflexão do Evangelho, Frei Sebastião nos lembra que é importante darmos testemunho com a nossa vida, nos alicerçando na fé e no amor a Jesus e a Nossa Senhora.

Como podemos dar testemunho e sermos humildes?

Hoje estamos iniciando esse dia, porque o sol se levantou. Quem de vocês olhou para o sol hoje? Se olharmos o sol diretamente, a sua luz é tão intensa que machuca os olhos. O que vemos é tudo o que é iluminado pela luz do sol. Não precisa olhar o sol, assim como a luz dentro de casa, não olhamos diretamente para a lâmpada, mas para tudo o que é iluminado pela lâmpada acesa.

Nós devemos ser assim, de nós deve sair a luz. Não para chamar a atenção sobre nós, mas para aquilo que nós realizamos com amor e com fé. O povo tem que ver os frutos da nossa vida e, portanto, seremos luz, porque as pessoas serão arrastadas pela luz que ilumina.

Por exemplo ajudar um pobre, um doente não é tanto dar atenção ao que está fazendo, mas o amor que leva a ter essa atitude, ao necessitado que precisa. Isso provoca dentro de nós imitar esse exemplo.

Não devemos nos preocupar tanto com a nossa vida, mas mostrar ao mundo o que realmente todos tem que fazer. Assim, seremos sempre alimentados pela própria fé e pelo próprio Deus e por Nossa Senhora.

Vejam São Maximiliano Kolbe, o que chama atenção não é a pessoa dele, mas a Milícia que ele fundou e o seu martírio.

Devemos aprender assim, hoje não olhemos o sol, mas vemos tudo o que ele ilumina, porque sua luz nos faz enxergar. A nossa ação deveria ser enxergada por todos. Então, as pessoas se estimulam e se animam e acabam fazendo o bem para os outros.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.