A Santa Missa

São Maximiliano, o mártir do amor

Na Santa Missa desta sexta-feira (12), Frei Sebastião medita sobre o martírio de São Maximiliano, que a Igreja celebra no próximo domingo

Escrito por Frei Sebastião Benito Quaglio

12 AGO 2022 - 10H59

O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv.) presidiu hoje a Santa Missa, no Oratório Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (Ez 16,1-15.60.63) e o Evangelho de hoje (Mt 19,3-12).

Frei Sebastião afirma que lendo o Evangelho de hoje, meditou sobre o gesto de São Maximiliano. Em 10 de agosto de 1988, João Paulo II proclamou Maximiliano Kolbe, mártir do amor.

Maximiliano nos ensina com um ato concreto. Ele deu a sua vida para que um pai de família pudesse voltar para sua casa, ir ao encontro de suas filhas e para que aqueles que estavam condenados à morte tivessem alguém ao seu lado para os consolar daqueles momentos terríveis.

Devemos entender que todo o nosso relacionamento é humano, não só fixar no divórcio, separação e diferenças. É ver os relacionamentos pela ótica do amor.

Somente Deus sabe das dificuldades que cada um. É difícil fazer uma análise para tomar alguma decisão, mas mesmo assim, precisamos ser sempre fiéis na nossa fé, no amor e na esperança.

É claro que existem situações terríveis que temos que respeitar. Não devemos massacrar as pessoas, mas ajudá-las a entender e iluminá-las. Eu vejo que às vezes, por causa de coisas insignificantes, se criam tragédias.

Por isso é preciso que os corações tenham amor e tenham apoio para que possam enxergar a vida com a luz da fé. Isso é importante, nossa vida enfrenta obstáculos, mas com fé e luz encontraremos a vitória.

Vamos colocar nesse altar todas as famílias, para que nunca se percam e encontrem sempre o amor na fé, vamos rezar para isso.

São Maximiliano deu a sua vida para isso, então nesse oitavo dia da novena, vamos rezar para que todas as famílias se encontrem no amor e na paz, por intercessão do mártir do amor e patrono das famílias, São Maximiliano Kolbe.

Transcrição Marta Romero

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.