A Santa Missa

Somos missionários de Jesus

Escrito por Frei Sebastião Benito Quaglio

03 MAI 2021 - 10H27

Somos discípulos e missionários



O Frei Sebastião Benito Quaglio (OFMConv) presidiu hoje a Santa Missa, no Santuário Imaculada Conceição e São Maximiliano Maria Kolbe, em São Bernardo do Campo, São Paulo, e comentou a Primeira Leitura (1Cor 15,1-8) e o Evangelho de hoje (Jo 14,6-14).

Frei Sebastião lembra que hoje a Igreja celebra a festa dos apóstolos São Felipe e São Tiago e destaca que temos que nos lembrar o significado das palavras discípulo e apostolo.

Discípulo é o aluno, que está aprendendo, apóstolo, significa o aluno formado e enviado. Já apóstolo e missionário. Nós atribuímos especificamente, o nome de apóstolos aos doze para distingui-los.

São os primeiros grandes missionários autorizados a abrir esse caminho de missão. Os primeiros missionários de Jesus, Ele mesmo formou, mas a formação é continua e permanente.

Nunca somos formados plenamente. Devemos estar continuamente em comunhão com Deus, no amor com Nossa Senhora, na frequência na Eucaristia, na reza do Terço, na leitura da Bíblia, na nossa oração.

Hoje, missionários são todos que abraçam Jesus, portanto todo cristão, nasce missionário e por isso que ele ganha o nome de cristão, sou eu com Cristo. Como dizia São Paulo: “Não sou mais eu que vivo, mas Cristo vive em mim”. São Paulo realmente levou a sério esta missão.

Somos missionários sozinhos, mas fazemos parte de uma missão organizada, de uma igreja missionária. Essa Igreja em geral teve a inspiração dos grandes Santos no seu jeito de ser missionária. Aqui temos a Milícia da Imaculada, com a proposta de ser um exército de missionários a exemplo do nosso grande apóstolo, São Maximiliano Kolbe.

Queremos, como São Felipe e São Tiago, levar o Evangelho ao mundo. Somos milites que por meio dessa organização, temos essa missão. Eu mesmo sou padre, que celebra com vocês e tudo isso existe para lembrar esta missionariedade e aquele que faz parte tem que se sentir feliz, porque está na melhor e mais linda aventura do mundo.

Eu sou feliz em ser um padre missionário e não seria feliz se fosse um padre, mais fechado. Colocar o meu sacerdócio a serviço da missionariedade. Vamos olhar para estes dois apóstolos, Felipe e Tiago e também para São Paulo porque a nossa missão é sermos discípulos e apóstolos de Jesus e da Imaculada. Somos milites! Vamos lá que Deus abençoe a todos!

Transcrição Marta Romero





Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Frei Sebastião Benito Quaglio , em A Santa Missa

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.