Por Frei Sebastião Benito Qualio Em Nossa Senhora

A Imaculada Conceição

São Maximiliano Kolbe fez uma peregrinação até o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes antes de partir como missionários para o Japão

Arquivo MI
Arquivo MI
ELA abençoa você!


Lourdes nos mostra todo o amor desta mãe, a sua preocupação, sobretudo, com os filhos mais distantes, e os chama por meio da nossa colaboração utilizando duas armas como instrumentos para conquistar os pecadores a Jesus: a oração e a penitência. São Maximiliano Kolbe compreendeu tanto o mistério da Imaculada que quis tornar o lema da sua vida “Conquistar o mundo inteiro a Cristo pela Imaculada”.

Lourdes é uma história bonita que se abre por uma página simples, escrita pela jovem humilde chamada Bernadete, e torna-se um caminho aberto para um livro onde milhares de pessoas aprenderam e aprendem a ver e amar Jesus Cristo com o coração da Sua mãe. Em 1858, Santa Bernadete, uma menina, encontrou-se com uma senhora em uma gruta às margens do rio Gave. Ela mesma conta: “Muitas e muitas vezes perguntei-lhe quem era, mas Ela apenas sorria com bondade. Finalmente, com braços e olhos erguidos para o céu, disse-me que era a Imaculada Conceição”.

Recordando Nossa Senhora de Lourdes no dia 11 de fevereiro, possamos nós, como a adolescente Bernadete e o jovem Kolbe, nos deixar iluminar pelo questionamento de quem é a Imaculada. E que esta verdade de fé, que revela o amor e a ternura de Deus, possa guiar nossa vida espiritual.

São Maximiliano Kolbe compôs uma bonita e profunda oração na qual faz questionamento semelhante: “Dizei-me quem sois, ó Imaculada, Rainha do céu e da terra, sei que sou indigno de aproximar-me de vós. Sei que sou indigno de venerar-vos, prostrado com a fronte no pó; mas porque vos amo, permito-me suplicar-vos para que vos digneis dizer-me quem sois. Quero ardentemente conhecer-vos cada vez mais profundamente e sem nenhum limite, para amar-vos com um ardor igualmente sem limites”.

Escrito por
Frei Sebastião (Arquivo MI)
Frei Sebastião Benito Qualio

Frei Sebastião Benito Quaglio nasceu em 20 de julho de 1938, em Lendinara, no norte da Itália. Recebeu o nome de batismo Benito Quaglio e, quando emitiu os votos religiosos na Basílica de Santo Antônio (Padova), em 1958, recebeu o nome do mártir São Sebastião. O desejo de evangelizar com Nossa Senhora através dos meios de comunicação sempre permeou sua vida e foi na obra de São Maximiliano Kolbe que ele encontrou um ideal a ser seguido: conquistar o mundo inteiro a Cristo pela Imaculada!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Espiritualidade, em Nossa Senhora

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.