Colunista

Deus não desiste de você

“Por acaso uma mulher se esquecerá da criancinha de peito? Não se compadecerá ela do filho do seu ventre? Ainda que as mulheres se esquecessem, eu não me esqueceria de ti. Eis que te gravei na palma da mão” (Is 49,15-16)

Nathalia Silva

Escrito por Nathalia Silva

09 JUL 2021 - 00H00

Jesus

Uma das verdades mais emocionantes que encontramos na Bíblia é esta: Deus não desiste de nós. Continuamente, ao longo da vida, a gente vai encontrar sinais deste amor que não se cansa de amar: o alimento que nos nutre, o sol que nasce e traz vida, a família que cresce, as pessoas de bom coração que nos ajudam de tantas formas. Todos é sinal de que Deus cuida de nós, independente de nossas escolhas.

A passagem bíblica extraída do livro de Isaías vai nos ajudar a perceber a grandeza deste cuidar, chegando a compará-lo com o amor de mãe, que é algo sublime e até difícil de entender. Ainda que a mãe se esqueça do filho que gerou, Deus não se esquecerá de Seus filhos e filhas... De você!

Este amor não se explica. Ele apenas deseja seguir amando e ser amado. E veja só como é especial fazermos esta descoberta juntos na Milícia da Imaculada: ao nos sentirmos amados, passamos a desejar que outros também saibam desta verdade de fé. Desperta em nós o propósito de não somente nos deixar cuidar, mas também zelar pelos demais filhos e filhas de Deus para que eles se deixem preencher por esta graça divina. Certamente São Maximiliano Kolbe também fez esta descoberta ao iniciar nossa Obra.

Já passamos da metade do ano e, nestes sete meses, quantas coisas pudemos experimentar, não é mesmo? A pandemia não barrou a missão de anunciar o amor, realizamos uma grande campanha de evangelização nos últimos três meses e seguimos aqui, firmes no propósito de mostrar ao mundo que Deus nos gravou na palma da mão.

Sabemos o quão grande tem sido esta aventura chamada vida. Talvez já tenhamos derramado muitas lágrimas de luto, de sofrimento e de medo; talvez já tenhamos nos perguntado o porquê de tudo isso. O Pai conhece os nossos limites humanos, os acolhe e nos dá, por Sua graça, aquilo que falta à nossa compreensão. Quantas e quantas vezes Deus nos resgatou, dando novo sentido e orientação à nossa vida...

Ao participarmos como mílites desta Obra nos vemos como parte deste Amor que quer amar e ser amado. Participamos do desejo do Pai de ter Seus filhos e filhas bem próximos dele, “debaixo de suas asas” (leia em Mateus 23,37) e, para isto, a gente se coloca como instrumento nas mãos de Nossa Senhora para que Ela nos ajude neste caminho. Um consagrado é, portanto, uma pessoa que é amada e deseja levar Amor. Você se identifica com isso? Como é bom Deus não desistir de nós!

Nós também não devemos desistir das coisas de Deus. Ao sermos fiéis em nossa participação na Milícia da Imaculada, estamos testemunhando fidelidade ao chamado para evangelizar com Nossa Senhora. Se você deixou de realizar sua doação mensal, ou conhece alguém que não está mais colaborando, aproveite este mês para renovar seu “sim” nesta Obra!

Escrito por
Nathalia Silva
Nathalia Silva

Leiga consagrada na Milícia da Imaculada há 19 anos, faz parte de nossa equipe de Comunicação e Marketing. Bacharel em Comunicação Social com habilitação em Publicidade e Propaganda, Jornalista, com MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e estudante de Teologia pela Universidade Claretiano.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por MI, em Colunista

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.